segunda-feira, abril 25, 2005

Democracia é...

... como um galinheiro onde todas as galinhas são livres e iguais assim como... as raposas.

17 comentários:

Miguel Sousa disse...

muito bom...tb serve para classificar os políticos..até porque, em meu entender são esses que dão significado a este tipo de definições, coadjuvados pela ignorãncia de quem vota.

Anónimo disse...

Miguel Sousa, as suas palavras levam-me a concluir que o senhor é um iluminado, portanto. Diga-me onde votar, sff.

R.Dart disse...

No meu entender somos todos políticos e a democracia como sistema, é de todos para todos.

Miguel Sousa disse...

olhe a conclusão é sua....não costumo perder tempo com esse tipo de comentários

Anónimo disse...

Então esclareça-me apenas o que pretendeu dizer com "ignorância de quem vota.". É certo que a conclusão é minha, mas a afirmação é sua.

Vasco Macieira disse...

Bem dito. Assim é que se fala. Sem eufemismos pútridos como convém a uma sociedade auto fascinada...

LN disse...

Todos estamos no «galinheiro» e ora fazemos de galinhas, ora de raposas... Varia!

Miguel Sousa, concordo que a ignorância ou o desinteresse são muito perigosos e potenciam o sistema.
E entendendo que muito embora o mundo da política seja o mundo que construímos entre nós, nos nossos dias a profissão de político pode servir pouco a ´política...

DNN disse...

"(...)Nenhum limite para nossa liberdade pode ser estabelecido excepto a própria liberdade(...)"

Miguel Sousa disse...

R.Dart, desculpe mas passou-me o seu desafio. De facto somos todos políticos, uns mais do que outros. O problema é que o Marketing Político coloca-nos numa posição de consumidores de políticos mmediocres, cuja qualidade é pior que os hamburguers do fast-food. Não é a toa que atrizes pornograficas chegam ao parlamentos, para já não falar dos Santanas que chegam a 1º ministros...apesar de neste caso sem o voto do povo..

R.Dart disse...

Pois é. E o que se faz quando as coisas estão assim como as vemos? Viramos a cara para o lado e continuamos a ver o show ou tentamos fazer melhor?

DNN, linda frase. Diz tudo e nada passa daí sem ela.

A ignorância é a culpa de todos os males.

Miguel Sousa disse...

acho que a educação é o caminho....muito longo até porque não temos pais, nem professores, nem adultos capazes de fazerem essa mudança rapidamente, não porque não tenham qualidade, mas porque são frutos da mesma industria...as pessoas que conseguem se libertar dos dogmas (tal como vc faz neste espaço) têm uma grande responsabilidade no que diz respeito ao sentido e à direcção a dar à coisa educativa. MAS DEMORA

Beatriz Seabra disse...

é bem engraçado passar por aqui e ler estes debates internéticos!....

estas coisas da educação, demoram de facto. principalmente se ficarmos quietos....até breve.

R.Dart disse...

Eu sou mais optimista. O caminho é pela educação e formação de adultos, disso não tenho dúvidas, mas acho que há muito boa gente bem capaz por aí. O problema delas é ou não terem confiança nas suas capacidades ou acomodarem-se demais ao sistema por pensarem que têm algo a perder.
Isso de ser-se fruto da mesma indústria quer dizer o quê? Não acredito nisso amigo Miguel. A título de exemplo, a maior parte dos meus comentadores parecem-me gente bem competente e capaz, e a sua faixa etária oscila entre os 25-50. Sei que muitos de vós já participam de forma activa na sociedade e é isso é que é preciso. Não nos podemos é continuar a omitir de responsabilidades se queremos mudanças para melhor.
Eu digo que o futuro começa sempre hoje, com alguma calma sim, mas é hoje... não amanhã.

R.Dart disse...

Antecipaste-me Beatriz! :)
É isso sim senhora, demoram vidas inteiras... principalmente se ficarmos quietos! ;)

Anónimo disse...

Sr.Miguel Sousa eu não tenho nada contra uma actriz pornográfica ser deputada.Nada mesmo, desde que ela cumpra com o seu papel de ser uma boa e exigente deputada. Não sei se reparou mas passou um atestado de incompetência à profissão de actriz pornográfica. Pelo simples motivo de ela exercer essa profissão. Sugiro-lhe que pese bem as suas palavras, porque acabam por ser actos infelizes e preconceituosos. O marketing é uma ferramenta do sistema onde todos nós nos inserimos, até a própria filosofia perde se não a souber utilizar. Sabe uma vez apanharam uns monges budistas a venderem pornografia na rua. Foram presos. Quando lhes perguntaram as razões, disseram que precisavam de dinheiro para arranjar os seus templos religiosos. Curioso, ein?...
"O problema é que o Marketing Político coloca-nos numa posição de consumidores de políticos mediocres, cuja qualidade é pior que os hamburguers do fast-food." [sic] Em certo sentido dou-lhe razão, mas também não esqueço que eu sou político, pelo simples facto de conviver em sociedade, e não de pertecer a partido x ou y.
"(...)até porque não temos pais, nem professores, nem adultos capazes de fazerem essa mudança rapidamente(...)" [sic] Pensa mesmo que não!? Se acha que sim, comece você mesmo a querer fazer algo que ache melhor. É um bom caminho. Digo-lhe a si, como digo a qualquer outra pessoa. Ah, e já agora permita-me que lhe digue que não gostei da expressão "coisa educativa".

Eu diria ainda mais: o futuro começou ontem.

"O caminho é pela educação e formação de adultos" [sic] Rosa Dart, eu penso que um caminho é pela educação da persona, desde a mais tenra idade até à morte.

E já agora, permita-me que seja considerado uma excepção no seu sistema de médias de idade, entre 25-50.

Miguel Sousa disse...

Não passei um atestado de incompetência pelo facto de exercer a profissão, mas pelo que os analista políticos italianos de então escreveram (os mesmos que o fazem no presente com Berlusconi). Mas tem razão de facto sou preconceituoso com os actores pornográficos e com os comentadores anónimos com o Senhor. O facto dos budistas andarem a vender filmes pornos para angariarem dinheiro para arranjarem os seus templos, acho contraditório, patético e pouco criativo. Quanto ao Marketing, não acrescentou nada que discordo...apenas falei na vertente negativa do mesmo, o que não invalida que não reconheça a positiva.

Quanto à sugestão para começar “você mesmo a querer fazer algo que ache melhor. È um bom caminho”...bom apesar de nunca ter comentado nada como anónimo, tem razão...não me conhece de parte alguma pra saber se faço ou não algo para melhorar.

R.Dart disse...

Seja bem vindo anónimo.
Sim, desde pequeninos até sempre. Eu sou uma adepta fervorosa do conhecimento e acho que temos e devemos de ser todos auto-didactas, senão não vamos a lugar nenhum.
Quanto às idades... ainda pensei nisso quando escrevi, mas os que conheço (de cá e de emails) sei que andam entre os 25-50.
Óptimo! Mais diversidade. :)